terça-feira, 27 de outubro de 2015

"Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" - o "pior filme da história do rock" que se tornou um dos meus FAVORITOS!




Quando eu era pré-adolescente e estava me aprofundando mais no Rock e suas histórias, vivia fuçando nas revistas e livros antigos do meu pai. Uma dessas revistas era  a "Video Clip", que servia como um catálogo dos filmes e séries relacionados a rock que existiam por aí. Eu gostava muito dela pois, na mesma época, passava no Canal 21 o seriado "The Monkees", e através da revista eu podia ver as sinopses dos episódios antes mesmo de assistí-los (era pré internet!).
Num dos artigos dessa revista tinha uma citação ao filme "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", comentando que pouco tinha a ver com o álbum dos Beatles e que possivelmente era (sonoplastia de suspense...) O PIOR FILME DE ROCK DA HISTÓRIA!  (oooh!!)

É claro que fiquei super curiosa para conferir se era toda essa catástrofe mesmo, ainda mais em se tratando de algo homônimo ao meu disco preferido dos Beatles. Mas, como eu disse antes, ainda era a era pré internet e não tinha como eu encontrar facilmente esse filme, mesmo porque ele era considerado raridade (foi um fiasco tão grande na época que nem sequer tinha sido lançado em VHS).

Anos e anos se passaram e eu praticamente esqueci da existência desse longa. Até que um dia estava eu vendo umas fotos de uma discoteca e percebi numa parede um poster desse filme sendo usado como decoração. Achei o fato super curioso, e isso acabou me despertando novamente a curiosidade. Resolvi baixá-lo e ver de uma vez por todas se todo o falatório negativo tinha um fundo de verdade.

Oh boy, how those people were wrong! Bom, pelo menos na minha opinião, porque...

EU AMEI ESSE FILME!!

A fotografia, o enredo, os personagens, as danças tão lindamente coreografadas, a trilha sonora (obviamente)... tudo me encantou!

Os "atores" principais são nada mais nada menos que Bee Gees e Peter Frampton. A história gira em
torno da nova versão da banda Sgt. Pepper's e sua busca pela fama e dinheiro, ao mesmo tempo que, paralelamente, precisam salvar sua cidadezinha natal do domínio da vulgaridade e devassidão. Nesse ínterim, personagens baseados em letras variadas de músicas dos Beatles (não apenas do disco Sgt... como de anteriores e posteriores)  surgem para adicionar doses de estranheza e humor.

Além disso, o filme conta com participações especiais de Alice Cooper, Aerosmith, Earth Wind and Fire e muitos outros grandes nomes (fiquei surpresa em descobrir que esse filme foi a origem da famosa versão de "Come Together" do Aerosmith, que eu já conhecia,  mas até entao não tinha idéia do porquê eles a terem regravado).

Achei a atuação dos músicos muito boa (considerando que não são atores profisionais), principalmente dos Bee Gees, os cenários muito bem feitos e o enredo coeso.
A cena final, com muitos e muitos músicos cantando a música tema do filme me deixou elétrica e lembrou muito finais de filmes como "Blues Brothes" (que é um dos musicais que mais amo nessa vida!).


Amei, amei, amei. Só consigo dizer isso. Acredito que toda a antipatia a esse longa seja devida à época em que foi lançado, talvez o público acreditasse que estavam sendo oportunistas com o nome dos Beatles, sei lá. Fato é que esse filme me surpreendeu, entrou para o rol dos meus preferidos e, na minha opinião, merecia muito mais respeito.

Achei um milhão de vezes melhor que aquela merda de "Across the Universe" (que, ironicamente, meio mundo gosta, eca).


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...